WESNOTHD(6) Battle for Wesnoth multiplayer daemon de rede WESNOTHD(6)

wesnothd - Battle Wesnoth multiplayer daemon de rede

wesnothd [-dv] [-c path] [-p port] [-t number] [-T number]
wesnothd -V

Gerencia jogos multiplayer de Battle for Wesnoth. Veja http://www.wesnoth.org/wiki/ServerAdministration para saber quais comandos o servidor aceita via o cliente do jogo (/query ...) ou via fifo.

diz a wesnothd onde achar o arquivo de configuração a ser usado. Veja a seção SERVER CONFIG abaixo para a sintaxe. Você pode recarregar a configuração enviando SIGHUP para o processo do servidor.
roda o wesnothd como um daemon.
explica o que as opções de linha de comando fazem.
define o nível de gravidade do log domain. all pode ser usado para igualar qualquer log domain. Níveis disponíveis: errorwarninginfodebug. O nível error é utilizado como padrão e o info nível para o server domain.
conecta o servidor à porta escolhida. Se nenhuma porta for escolhida, a porta 15000 será usada.
define a quantidade máxima de threads trabalhando para E/S em rede em espera para n (padrão: 5, max: 30).
define o número máximo de threads de trabalho que serão criadas. Se 0 ser definido, não haverá limites (padrão: 0).
mostra o número da versão e sai.
liga o debug do log.

[tag]

key="value"
key="value,value,..."

[/tag]

Se definido como no (padrão), shut_down e pedidos para reiniciar são ignorados a não ser que venham do fifo. Mude-o para yes para permiter desligamento remoto via /query por um administrador.
Caminho completo ou relativo para um arquivo (comprimido com gzip) que o servior pode ler e escrever. Bans serão salvos para este arquivo e lidos novamente quando o servidor for ligado.
Determina se o arquivo rooms deve ser lido e escrito em forma compactada. O padrão é yes.
O número de conexões permitidas do mesmo IP. 0 para infinito. (padrão: 5)
Nomes/apelidos que não são aceitos pelo servidor. * e ? de caracteres-curinga são suportados. Veja glob(7) para mais detalhes. Os valores padrão (usados se nada for especificado) são: *admin*,*admln*,*server*,ai,ai?,computer,human,network,player.
O caminho para o fifo em que você pode ecoar comandos do servidor (o mesmo que /query ... do wesnoth). Se não especificado, o padrão é o caminho da compilação (padrão: /var/run/socket/wesnothd/socket).
O número de mensagens permitidas em messages_time_period. (padrão: 4)
O período de tempo (em segundos) do flooding de mensagens ser detectado. (padrão: 10 segundos)
A mensagem do dia.
Determina quem pode criar novas salas no servidor. Os valores disponíveis são everyone, registered, admin e nobody, edá permissão para, respectivamente, todos, apenas usuários registrados, administradores, ou desabilita que novas salas sejam criadas. O valor padrão é everyone.
A senha usada para ganhar privilégios dec admnistrador. (via /query adminpassword).
O diretório onde o servidor armazena replays de jogos. (não esqueça de botar no final /!) O padrão é `' que o diretório wesnothd foi iniciado.
O comando que o servidor usa para começar um novo processo de servidor via o comando restart. (Só pode ser dado via fifo. Veja a configuração allow_remote_shutdown.)
Caminho para um arquivo onde as informações de room devem ser guardadas. Este arquivo é lido quando o servidor começa e escrito depois. Se em branco ou não definidas, rooms não são carregadas e nem salvas.
Define se o servidor gravará automaticamente os replays dos jogos. (padrão: false)
Uma lista separada por vírgulas das versões de strings que serão aceitas pelo servidor. * e ? de caracteres-curinga são suportados. (o padrão é a versão correspondente do wesnoth)
Exemplo: versions_accepted="*" aceita qualquer versão do string.
Whether to prevent users who are not registered with the user_handler being used from logging in. (default: false)

[redirect] Uma tag para especificar um servidor ao qual redirecionar certas versões de clientes.

O endereço do servidor para o qual redirecionar.
A porta para a qual se conectar.
Uma lista separada por vírgulas de versões para redirecionar. Se comporta do mesmo modo que versions_accepted em relação a caracteres-curinga.

[ban_time] Uma tag para definir palavras chaves para bans temporários.

O nome usado como referência para o tempo de ban.
A definição da duração do tempo. O formato é: %d[%s[%d%s[...]]] onde %s é s (segundos), m (minutos), h (horas), D (dias), M (meses) ou A (anos) e %d é um número. Se nenhum modificador de tempo for dado, minutos (m) são assumidos. Exemplo: time="1D12h30m" resulta num tempo de banimento de 1 dia, 12 horas e 30 minutos.

[proxy] Uma tag para dizer ao servidor para agir como uma proxy e enviar as requisições dos clientes conectados para o servidor especificado. Aceita as mesmas chaves que [redirect].

[user_handler] Configura o apelido do usuário. As chaves disponíveis variam dependendo qual o apelido de usuário foi definido com a user_handler chave. Se não houver uma entrada [user_handler] presente na configuração, o servidor rodará sem nenhum serviço de registro de apelidos. Todas as tabelas adicionais que são necessárias para que o forum_user_handler funcione podem ser encontradas na table_definitions.sql no repositório de código do Wesnoth.

O hostname do servidor de database
O nome da database
O nome do usuário com o qual entrar no banco de dados
A senha deste usuário
O nome da tabela onde os seus fóruns phpbb salvam os dados do usuário. Mais provavelmente ele será <table-prefix>_users (e.g. phpbb3_users).
(para user_handler=forum) O nome da tabela em que wesnothd salvará a data sobre usuários.
O nome da tabela em que wesnothd salvará a data de jogos.
O nome da tabela em que wesnothd salvará a data sobre os jogadores num jogo.
O nome da tabela em que wesnothd salvará a data sobre as modificações usadas num jogo.
O nome da tabela em que os seus phpbb dos fórums salvam a dos grupos dos usuários. Isto mais provavelmente será <table-prefix>_user_group (e.g. phpbb3_user_group).
O ID do grupo do fórum que será considerado como tendo privilégios de moderador.

O status de saída normal é 0 quando o server tiver fechado corretamente. Um status de saída de 2 indica um erro nas opções das linahs de comando.

Escrito por David White <davidnwhite@verizon.net>. Editado por Nils Kneuper <crazy-ivanovic@gmx.net>, ott <ott@gaon.net>, Soliton <soliton.de@gmail.com> e Thomas Baumhauer <thomas.baumhauer@gmail.com>. Esta página do manual foi originalmente escrita por Cyril Bouthors <cyril@bouthors.org>.
Visite a página oficial: http://www.wesnoth.org/

Copyright © 2003-2021 David White <davidnwhite@verizon.net>
Este Software é Gratuito; este software é licenciado sob a versão GPL 2, conforme publicada pela Free Software Foundation. Não há NENHUMA garantia; nem mesmo para COMERCIALIZAÇÃO ou ADEQUAÇÃO PARA UM PROPÓSITO EM PARTICULAR.

wesnoth(6)

2021 wesnothd