FSEEK(3) Manual do Programador do Linux FSEEK(3)

fgetpos, fseek, fsetpos, ftell, rewind - reposiciona um fluxo

#include <stdio.h>
int fseek(FILE *fluxo, long deslocamento, int de_onde);
long ftell(FILE *stream);
void rewind(FILE *fluxo);
int fgetpos(FILE *restrict fluxo, fpos_t *restrict pos);
int fsetpos(FILE *fluxo, const fpos_t *pos);

A função fseek() define o indicador de posição de arquivo do fluxo apontado por fluxo. A nova posição, medida em bytes, é obtida pelo acréscimo de deslocamento bytes à posição especificada por de_onde. Se de_onde é definido para SEEK_SET, SEEK_CUR ou SEEK_END, o deslocamento é relativo ao início do arquivo, ao indicador de posição atual, ou ao fim de arquivo, respectivamente. Uma chamada bem sucedida à função fseek() limpa o indicador de fim de arquivo para o fluxo e desfaz qualquer efeito da função ungetc(3) no mesmo fluxo.

A função ftell() obtém o valor corrente do indicador de posição de arquivo do fluxo apontado por fluxo.

A função rewind() define o indicador de posição de arquivo do fluxo apontado por fluxo para o início do arquivo. É equivalente a:

(void) fseek(stream, 0L, SEEK_SET)

exceto pelo fato de que o indicador de erro do fluxo também é limpo (veja clearerr(3)).

As funções fgetpos() e fsetpos() são interfaces alternativas equivalentes a ftell() e fseek() (com de_onde definido para SEEK_SET), definindo e armazenando o valor atual do deslocamento do arquivo do objeto referenciado por pos. Em alguns sistemas não-UNIX, um objeto fpos_t pode ser um objeto complexo e estas rotinas podem ser a única maneira portável de reposicionar um fluxo de texto.

A função rewind() não retorna valor. Em caso de término bem-sucedido, fgetpos(), fseek(), fsetpos() retornam 0, e ftell() retorna o deslocamento atual. Caso contrário, -1 é retornado e errno é definido para indicar o erro.

EINVAL
O argumento de_onde de fseek() não era SEEK_SET, SEEK_END ou SEEK_CUR. Ou: o deslocamento de arquivo resultando seria negativo.
ESPIPE
O descritor de arquivo subjacente ao fluxo não é pesquisável (por exemplo, ele se refere a um encadeamento, FIFO ou soquete).

As funções fgetpos(), fseek(), fsetpos() e ftell() também podem falhar e definir errno para qualquer um dos erros especificados para as rotinas fflush(3), fstat(2), lseek(2) e malloc(3).

Para uma explicação dos termos usados nesta seção, consulte attributes(7).
Interface Atributo Valor
fseek(), ftell(), rewind(), fgetpos(), fsetpos() Thread safety MT-Safe

POSIX.1-2001, POSIX.1-2008, C89, C99.

lseek(2), fseeko(3)

Esta página faz parte da versão 5.11 do projeto Linux man-pages. Uma descrição do projeto, informações sobre relatórios de bugs e a versão mais recente desta página podem ser encontradas em https://www.kernel.org/doc/man-pages/.

A tradução para português brasileiro desta página man foi criada por Rubens de Jesus Nogueira <darkseid99@usa.net>, André Luiz Fassone <lonely_wolf@ig.com.br> e Rafael Fontenelle <rafaelff@gnome.org>.

Esta tradução é uma documentação livre; leia a Licença Pública Geral GNU Versão 3 ou posterior para as condições de direitos autorais. Nenhuma responsabilidade é aceita.

Se você encontrar algum erro na tradução desta página de manual, envie um e-mail para a lista de discussão de tradutores.

22 março 2021 GNU